26-01-2017 – Diário de um Voluntário (Dia 10)


O dia começou cedo, com telefonemas que gostamos pouco de receber.. 🙁 Uma cadelita a deambular pela zona do queimado.. Pequenina e com uma coleira cor de rosa.. Será que tem dono e anda só perdida? É provável! Será que foi abandonada com coleirinha e tudo? Não dizemos que não.. Tudo é possível e o que interessa agora é o bem estar da cadelinha. Vejam as fotos e partilhem muito para ver se aparece o dono.. Se alguém quiser acolhê-la temporariamente agradecemos muito, porque agora ao fim do dia volta para a rua.. 🙁

Infelizmente não é a única… Ainda durante o dia de hoje mais um apelo de um caozinho ou cadelinha perdido.. Também com coleira, também terá um dono… Sabemos que já tiveram donos de certeza, mas o que será que acontece para que o dono de hoje deixe de ser o dono de amanhã? O que passa pela cabeça ou melhor, pelo coração das pessoas que compraram uma coleirinha, que colocaram a coleirinha no animal, que alimentaram, cuidaram, amaram o animal sabe-se lá durante quanto tempo, para que de um dia para o outro deixem de ser donos? Para que de um dia para o outro deixem os outrora seus animais ao frio, à fome, à sua sorte? Nós nunca vamos entender e sei que quem nos lê e nos segue também não entende…

O dia vai passando e entre levar calendários aqui, enviar calendários para ali, ir ao banco, ao veterinário e essas coisas todas, eis que nos chega mais uma má notícia.. 🙁 Recebemos esta foto, seguida de um apelo para que fossemos recolher o baby..

Chuva!

Vamos deixar aqui um esclarecimento acerca de casos como este.. Quando encontrarem um bebé nestas condições, ao frio, à chuva, à fome, no meio do nada, primeiro salvem o animal e depois liguem conosco! Felizmente a nossa parceria com a Ornimundo permite que não deixemos nenhum bebé na rua, já antes não o fazíamos, mas pedíamos sempre à pessoa que ligava a pedir ajuda que o acolhesse em sua casa até arranjarmos solução.. Bem sabemos que ás vezes essa solução tarda a chegar, mas era a única hipótese que tínhamos de salvar o animal. Agora temos mais soluções! Não recolher o bebé (atentem ao uso de bebé, porque com cães adultos ainda temos muitas restrições de espaço) implica que um voluntário vá ter de pegar no seu carro, com a sua gasolina, deixar a sua vida para segundo plano e ir atrás do cachorro. Eventualmente até pode chegar lá e o cachorro já não estar no sítio indicado e não conseguirmos resgatar. Os voluntários não são pagos! Não podemos ir atrás de todos os apelos que nos fazem! Temos de ser proativos e agir! Explicamos isso à menina que fez o apelo e o resgate foi feito! 🙂 Chuva, minha baby, já não tens frio, já não tens fome e já podes parar de ter medo!

A caminho da clínica!

Já não tenho frio…

Família precisa-se para este doce de menina! 🙂

Mais uma vez notícias da Clínica e a nossa Bimba está a melhorar! 🙂 E notícias da Ornimundo e dos nossos babies!

<3

<3

<3

Temos meio coração aqui e meio coração no Porto! 🙂

Por eles tudo!!!

A.S.

Leave a comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *