2 3 4-02-2017- Diário de um Voluntário (Dia 16 17 e 18)


Amigos que nos seguem e lêem frequentemente, pedimos desculpa pela falha de atualização do nosso diário!  Às vezes o nosso trabalho (aquele que paga em euros) e a nossa vida pessoal, aliados ao trabalho associativo não deixam muito tempo..

Este fim da semana e fim de semana foi terrível para nós por causa do mau tempo.. 🙁 Na Sexta feira quando a nossa voluntária da manhã chegou ao abrigo o nosso Paco estava estendido no chão inanimado! 🙁

Paco!

O Paco foi recolhido pela Câmara Municipal junto da matilha de Santa Luzia.. Foi o único que se deixou apanhar por ser meigo.. Não podíamos deixa-lo lá ficar e fomos buscá-lo! Há meses que está conosco.. É nosso! Imaginem então o terror quando nos deparamos com aquele cenário! No meio de lágrimas e pânico por pensarmos que o tínhamos perdido, levamo-lo para a sala onde recuperou os sentidos e voltou a ser o nosso Paco! Ai Paquito que grande susto nos pregaste! Desconfiamos que o Paco tenha apanhado um susto maior que o nosso com a trovoada e por isso tenha perdido os sentidos.. Ai Paco, nós não perdemos os sentidos, mas pouco faltou! Alguém disposto a proteger o nosso baby da trovoada?  🙂

No abrigo de Cepelos o mau tempo também fez estragos! Nada com a saúde dos babies, mas sim uma trabalheira para os manter minimamente abrigados!  

Todas os dias tentamos compor os toldos, colocar mantas secas, o possível e impossível para que eles fiquem bem! Por falar em mantas ninguem tem uma maquina de secar roupa assim velhota para nos oferecer? No Inverno é muito complicado secar as mantas a tempo.. 🙁

Por último aconteceu-nos das coisas piores que nos podem acontecer.. Aquelas coisas que nos provam que a crueldade do ser humano não tem limites! Colocar uma cria, seja gato, cao, o que for, num saco do lixo, fechar o saco e deixar o pobre animal em qualquer sítio é de uma estupidez sem descrição possível!!!

Baby!

Não gostamos das expressões do género, “quanto mais conheço as pessoas, mais gosto dos animais”, porque sabemos que cada um ocupa o seu devido lugar! Mas nestes casos não tenho problema nenhum em afirmar que gosto mais deste baby do que do animal que lhe fez isto, de certeza!

Baby!

Por eles tudo!!!

A.S.

Leave a comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *